Seja Bem- Vindo!!

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Maio é o mês de Maria

 Maria, mulher firme e confiante, nossa Mãe querida continua a interceder por nós junto a seu filho Jesus.
Maria, Mãe de Deus e Mãe da Igreja, também é Mãe de toda a humanidade renovada.
Mesmo sem saber o que estava acontecendo, quando o anjo Gabriel lhe aparece para dizer-lhe, que ela teria um filho, gerado pelo poder do Espírito Santo, Ela aceita dizendo:
Eis aqui a serva do Senhor ( Lucas1,47 ) A minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus meu salvador.
Maria passou a ser a Arca da Aliança onde seu ventre tornou-se sacrário vivo onde nove meses foi morada do maior de todos os tesouros, Jesus que veio ao mundo par nos salvar.
Maria é exemplo de fé, força, amor, coragem e sabedoria em todos os momentos de sua vida de Mãe.
Quantas preocupações, dúvidas, dores, ela passou, mas sempre esteve de pé.
Silenciosa guardando tudo em seu coração.
Maio mês de Maria, mês das flores e mês da Mães.
Todo segundo domingo do mês de Maio comemoramos o Dia da Mães.
É uma data muito importante. É o dia que devemos festejar com aquela que nos deu a vida, demonstrar a nossa gratidão com muito carinho e amor por tudo que ela nos fez e faz.
Que Nossa Senhora Mãe das Mães cuide de cada uma com uma benção e proteção especial.
Mãe, seja sempre devota de Maria, procure imitá-la em suas atitudes, seja terna e carinhosa, pois ela será sempre sua companheira em todas as situações da vida.
A oração que agrada muito Nossa Senhora é a reza do terço.
Reze com sua família, com seus filhos e verá que a paz reinará no seu lar.

Fonte: Partilhando a fé

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

"Quem é esta mulher, Maria de Nazaré, que viveu há dois mil anos numa aldeia desconhecida da Galiléia, que resiste ao esquecimento do tempo e à inexorável corrupção das coisas e da memória? A sua figura ficou impressa nos corações e na fantasia de gerações, a ponto de se transformar na personagem mais amada, mais invocada, ponto de encontro de tudo o que é belo, doce, amável, fonte inspiradora de todos os sentimentos que exaltam o espírito humano. Pintores e escultores, poetas e escritores de todos os séculos esmeraram-se por celebrá-la com obras que enchem pinacotecas, museus, bibliotecas e centros de cultura de todo o mundo."¹

Já no início da Idade Média, durante o mês de maio, a Igreja começou a venerar Nossa Senhora e passou a homenagear Aquela que é estrela de nossas noites e travessias. E por que a Igreja dedicou à Virgem Mãe de Deus o quinto mês do ano? A Ladainha de Nossa Senhora contém várias invocações que ajudam a compreender esta devoção. Ali invocamos a Mãe de Cristo com alguns títulos importantes: Rosa Mística e Estrela Matutina. A estrela da manhã é o sol, o dia, a aurora. Do Céu, Maria é a luz que brilha e ilumina nossos caminhos. Nas horas do Ofício Divino, diversas vezes saudamos Maria como Aurora de nossas vidas.

No hemisfério norte, maio situa-se em plena primavera, estação das flores, da beleza e da graça. No entanto, vale conhecer as origens desse mês para se compreender melhor a simbologia religiosa. A incursão pela mitologia ajudar-nos-á a reconhecer outras razões da consagração do mês de maio a Nossa Senhora. Segundo alguns pesquisadores, o calendário romano reformado por Júlio César em 45 A.C. (modificado posteriormente pelo Papa Gregório XIII, daí o nome de calendário gregoriano), dedicava o quinto mês do ano ao deus Apolo (irmão gêmeo de Ártemis), o qual recebeu de Hipérion o sol, a lua e a aurora. São famosos os versos de Byron que lhe são dedicados: deus da vida, da luz e da poesia, o sol em forma humana apresentado. A lenda conta ainda que Apolo matou uma grande serpente, chamada Píton, que atemorizava o povo. Consoante outros estudiosos, o mês de maio era dedicado à deusa Maia, mãe de Hermes, da qual se originaria a palavra maio. De acordo com relatos mitológicos, Maia era a deusa dos campos e das flores.

A Igreja, desde as suas origens, em sua sabedoria milenar, parte de símbolos e da cultura dos povos para revelar sua mensagem. Já o apóstolo Paulo, no Areópago de Atenas, referindo-se ao altar consagrado Ao deus desconhecido, assim se expressou: aquele a quem venerais sem conhecer, é esse que vos anuncio (At 17, 23). Maria é a rosa por excelência, a flor mais bela e mais pura. É a nova Eva, vencedora do pecado e do demônio simbolizados pela serpente. Convém lembrar que a iconografia católica representa a Virgem Maria (Nossa Senhora da Conceição) pisando a cabeça da serpente. Foi Ela quem gerou a luz, o dia, o sol da justiça, que é Cristo. Desta forma, o contexto e o pretexto lendário serviram para revelar virtudes de Nossa Senhora. Atribuiu-se, assim, novo sentido às comemorações de maio, que no catolicismo passa a ser dedicado à Mãe de Deus.²


Mis uma vez vivemos o mês de maio. Que ele seja para nós um mês de muita alegria, pois celebramos com fé a Santíssima Virgem Maria em nossas comunidades paroquiais. Maria é, para nós, o Farol que ilumina nosso caminho até Jesus; ela é a Estrela da Nova Evangelização. Peçamos a Maria, nossa mãe e mestra, que nos ensine a crer e amar seu filho Jesus, nosso irmão, sempre mais.

Fonte: MCC do Cabo Frio

1 comentários:

martins111 disse...

Visitei o seu blog e gostei. Seria uma honra se visitasse o meu desse sua impressão. Caso você goste podemos até fazer uma parceria. Graça e Paz. http://martins125.blogspot.com/

5 de maio de 2010 20:41

Postar um comentário